Homepage

  • Lagos na melhor volta à Europa de sempre
    19 maio 2016
    arrow
    arrow
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • A viagem com 45 paragens europeias foi elaborada por Randy Olson, cientista doutorado pela Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos.
  • Esta é a melhor volta à Europa de sempre e tem apenas uma paragem em Portugal, ou melhor, no Algarve: Lagos. A viagem com 45 paragens europeias foi elaborada por Randy Olson, cientista doutorado pela Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos.

    Lagos é a única paragem nacional a figurar nesta rota, que inclui cidades como Roma, Paris, Londres, Bruxelas, Amesterdão, Berlim ou Copenhaga, entre as 45 paragens previstas.

    No total, são 26.211 quilómetros, percorridos em três meses e com um equivalente a 14 dias de condução. O caminho é totalmente feito por via terrestre e as ligações por mar são poucas.

    Randy Olson, que já tinha idealizado a melhor viagem pelos Estados Unidos, elaborou a rota europeia a partir de um artigo do site 'Bussiness Insider' sobre os 50 locais europeus que deve conhecer e que faz referência às praias da costa de Lagos. Depois, através do código de programação Phyton, elaborou a melhor rota com base no critério da menor distância entre paragens. Descubra a aqui a rota europeia.

    Para visualizar a nossa live cam HD da Meia Praia em Lagos, clique aqui.

    Para confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

     

    Fonte: In Algarve

Tags
  • Algarve
  • Portugal
  • Lagos
  • Europa
  • Randy Olson
  • volta
  • viagem
pub
similar News
similar
janeiro 23
Surf to Win apresenta equipa oficial para 2020
janeiro 24
Lewis Pugh é o primeiro humano a nadar sob camada de gelo na Antártida
janeiro 24
Gondomar retira das serras 3 toneladas de lixo por semana
janeiro 22
Tempestade Glória provoca ondulação inédita no Mediterrâneo
janeiro 23
Vem aí o Pacto Português para os Plásticos
janeiro 23
O ornitorrinco pode desaparecer devido à ocupação humana
janeiro 24
Austrália enfrenta praga de aranhas mortíferas