Homepage

  • World Junior Ericeira: Tomás Fernandes avança na competição
    19 maio 2016
    arrow
    arrow
  • Primeira ronda masculina concluida, na água as rondas 2 e 3 femininas.
  • O português Tomás Fernandes qualificou-se ontem para a segunda ronda do campeonato do mundo de surf de juniores, que decorre na praia de Ribeira d’Ilhas, na Ericeira.

    Resumo da prova em vídeo aqui.

    O semifinalista da competição em 2014 venceu o nono 'heat' da primeira eliminatória, ao somar 14,23 pontos (6,33 e 7,90), impondo-se ao japonês Takumi Yasui (13,07) e ao peruano Juninho Urcia (10,90).

    Na competição feminina, Teresa Bonvalot vai disputar a terceira ronda, depois de ter vencido a sua bateria, na segunda-feira, enquanto a ‘wildcard’ Camilla Kemp vai tentar a repescagem, na segunda eliminatória.

    Carol Henrique que passou no seu heat da ronda 2 hoje de manhã, já se encontra apurada para a terceira fase de competição.

    Devido à falta de condições no mar a prova está em stand by e tem novo call agendado para as 14h e pode ser acompanhada aqui.

    Heats em falta:

    Heat 2: Camilla Kemp (PRT) vs. Gina Smith (ZAF)

    Heat 3: Tia Blanco (USA) vs. Miluska Tello (PER)

    Heat 4: Natsuki Suda (JPN) vs. Juliette Brice (FRA)

    Heat 5: Dax McGill (HAW) vs. Nicole Pallet (ZAF)

    Heat 6: Melanie Giunta (PER) vs. Ariane Ochoa (EUK)

     

    Onda de 9.03 pontos de Willcox

Tags
  • Mundial de Juniores
  • Ericeira World Junior Championships
  • World Surf League
  • tomas fernandes
  • Teresa Bonvalot
  • Carol Henrique
  • Camilla Kemp
  • Surf
  • ericeira
pub
similar News
similar
julho 10
Projeto TransforMAR está de regresso às praias nacionais e vai ajudar 15 IPSS
julho 10
Praia da Parede continua interdita a banhos
julho 10
Fluxo anormal de água atinge acesso da Praia de Carcavelos
julho 10
Novo fim de semana com muito calor a caminho
julho 10
Okahina, a quarta tecnologia de ondas que promete três piscinas em França
julho 09
Os banhos estão interditos na Praia da Parede
julho 10
Praia no Rio de Janeiro? Só depois de haver vacina para a Covid-19
pub