Homepage

  • Vento, chuva e agitação marítima colocam Portugal sob aviso amarelo
    19 maio 2016
    arrow
    arrow
  • A previsão aponta ainda para pequena subida da temperatura mínima e neblina ou nevoeiro em alguns locais.
  • Todos os distritos de Portugal continental, a Madeira e os grupos central e ocidental dos Açores estão hoje sob aviso amarelo devido à chuva, vento forte e agitação marítima, informou a meteorologia. 

    De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra e Leiria estão sob aviso amarelo devido à previsão de agitação marítima (entre as 00:00 e as 12:00 de hoje), vento forte, com rajadas da ordem dos 70 quilómetros por hora, sendo de 100 quilómetros por hora nas terras altas (entre as 00:00 e as 12:00) e chuva (entre as 06:00 e as 15:00 de hoje). 

    O IPMA colocou também os distritos de Vila Real, Viseu, Bragança, Guarda e Castelo Branco sob aviso amarelo devido vento forte, com rajadas da ordem dos 100 quilómetros por hora (entre as 00:00 e as 15:00 de hoje) e períodos de chuva forte (entre as 09:00 e as 18:00). 

    Os distritos de Lisboa e de Setúbal estão com aviso amarelo, mas para agitação marítima (entre as 06:00 e as 15:00 de hoje) e chuva por vezes forte (entre 15:00 e as 18:00 de hoje), enquanto Santarém, Évora e Portalegre têm alerta de precipitação (entre as 15:00 e as 21:00 de hoje). 

    Também sob aviso amarelo estão os distritos de Faro e Setúbal na sequência de agitação marítima, prevendo-se ondas de quatro a cinco metros entre as 15:00 e as 18:00 de hoje. 

    A Madeira vai estar entre 12:00 e as 18:00 de hoje sob aviso amarelo devido à previsão de períodos de chuva, por vezes forte. 

    Nos Açores, o IPMA colocou ainda os grupos ocidental (Flores e Corvo) e central (Graciosa, Terceira, Pico, Faial e São Jorge) sob aviso amarelo por previsão de agitação marítima entre as 18:00 de hoje e as 18:00 de sábado. 

    O instituto prevê para esta sexta-feira nas regiões do norte e centro do continente céu muito nublado, com abertas na região norte a partir do meio da tarde, períodos de chuva, que será persistente e por vezes forte, passando a regime de aguaceiros a partir da tarde na região norte e no litoral centro, e que serão de neve acima de 1400 metros. 

    Está também previsto vento moderado de sudoeste, soprando moderado a forte, temporariamente com rajadas até 80 quilómetros por hora, no litoral, e forte, com rajadas até 100 quilómetros por hora nas terras altas, tornando-se fraco a moderado de noroeste a partir do início da tarde. 

    A previsão aponta ainda para pequena subida da temperatura mínima e neblina ou nevoeiro em alguns locais. 

    No sul prevê-se céu muito nublado, períodos de chuva, por vezes forte durante a tarde, vento moderado, soprando moderado a forte , temporariamente com rajadas até 60 quilómetros por hora, no litoral, e forte, com rajadas até 80 quilómetros por hora, nas terras altas, tornando-se em geral fraco noroeste no final do dia, pequena subida da temperatura mínima e neblina ou nevoeiro em alguns locais. 

    Na Madeira prevê-se céu geralmente muito nublado, períodos de chuva, por vezes forte a partir do meio da manhã, passando gradualmente a regime de aguaceiros e diminuindo de intensidade e de frequência a partir do meio da tarde, vento moderado a forte e pequena subida de temperatura, em especial da máxima. 

    Para os Açores prevê-se períodos de céu muito nublado, com abertas em especial na manhã, aguaceiros fracos e vento oeste muito fresco, tornando-se forte com rajadas até 80 quilómetros por hora a partir da tarde. 

    Quanto às temperaturas, em Lisboa vão variar entre 14 e 16 graus Celsius, no Porto entre 14 e 15, em Bragança entre 11 e 12, em Viseu entre 10 e 12, na Guarda entre 9 e 10, em Castelo Branco entre 12 e 13, em Santarém entre 14 e 16, em Évora entre 12 e 14, em Beja entre 13 e 16, em Faro entre 15 e 18, no Funchal entre 16 e 21, em Ponta Delgada entre e na Horta entre 12 e 16 e em Santa Cruz das Flores entre 13 e 17. 
     

    Sete barras do continente fechadas


    Sete barras de Portugal continental estão fechadas a toda a navegação e outras três condicionadas devido à agitação marítima forte, prevendo-se ondas com quatro a cinco metros. 

    De acordo com informação disponível no site da Marinha, estão fechadas a toda a navegação as barras de Caminha, Vila Praia de Âncora, Esposende, Póvoa de Varzim, Vila do Conde, Douro e São Martinho do Porto. 

    A Marinha indica também que as barras de Viana do Castelo e Aveiro estão fechadas a embarcações com comprimento inferior a 30 e 35 metros, respetivamente. 

    A barra da Figueira da Foz também está fechada a embarcações do comprimento inferior a 35 metros. 

    Por causa da agitação marítima, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou sob aviso amarelo, o terceiro mais grave de uma escala de quatro, os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Leiria, Coimbra, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro entre as 06:00 e as 18:00 de hoje. 

    O IPMA prevê para esta sexta-feira na costa ocidental ondas de oeste-sudoeste com três a quatro metros, sendo de quatro a cinco metros a norte do Cabo Raso até ao início da tarde. 

    Na costa sul prevê-se ondas de sudoeste com 1,5 a 2,5 metros. 
     

    Para confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    TVI24

     

Tags
  • meteo
  • meteorologia
  • ipma
  • Instituto Português do Mar e da Atmosfera
  • Aviso Amarelo
  • Portugal
  • barras maritimas
  • Agitação marítima
  • chuva
  • Vento
  • Vento forte
  • Chuva forte
pub
similar News
similar
julho 20
Bodysurf: Baterias divulgadas para Santa Cruz
junho 10
Tiago Marques triunfa na Vagueira
junho 07
Vagueira acolhe Nacional de Bodysurf
julho 17
Santa Cruz no radar do Nacional de Bodysurf
julho 19
Ocean Spirit arranca com EuroSurf em destaque
julho 19
Portuguese Surf Film Festival começa hoje
julho 19
Neto de Nelson Mandela apadrinha iniciativa CostàCosta