Homepage

  • Quatro barras fechadas devido à agitação marítima
    19 maio 2016
    arrow
    arrow
  • Quatro barras do continente estão esta sexta-feira fechadas à navegação e outras quatro estão condicionadas devido à previsão de agitação marítima forte
  • Quatro barras do continente estão esta sexta-feira fechadas à navegação e outras quatro estão condicionadas devido à previsão de agitação marítima forte, de acordo com informação disponível na página da Marinha na Internet. 

    Previsão do estado do tempo para hoje

    Segundo a Marinha portuguesa, as barras de Esposende, Caminha, Vila Praia de Âncora e São Martinho do Porto estão hoje fechadas a toda a navegação devido à agitação marítima, com ondas que podem chegar aos 4,5 metros. 

    A barra da Póvoa de Varzim está condicionada a embarcações com calado superior a dois metros e a de Aveiro está fechada a embarcações com comprimento inferior a 15 metros. 

    A Marinha indica também que a barra da Figueira da Foz está fechada a embarcações com calado inferior a 35 metros e em Vila do Conde as embarcações devem navegar apenas duas horas antes e depois da preia-mar. 

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para hoje na costa ocidental ondas de noroeste com 2,5 a 3,5 metros, sendo 3,5 a 4,5 metros entre o Cabo Raso e o Cabo Mondego até meio da manhã. 

    Na costa sul estão previstas ondas de sudoeste com 1 a 1,5 metros.

    Para confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reportspreparada para essa finalidade.

     

Tags
  • barras maritimas
  • Agitação marítima
  • Continente
  • Portugal
  • Mau tempo
  • ondas
  • Marinha Portuguesa
  • Instituto Português do Mar e da Atmosfera
  • meteorologia
pub
similar News
similar
janeiro 23
Surf to Win apresenta equipa oficial para 2020
janeiro 24
Lewis Pugh é o primeiro humano a nadar sob camada de gelo na Antártida
janeiro 24
Gondomar retira das serras 3 toneladas de lixo por semana
janeiro 22
Tempestade Glória provoca ondulação inédita no Mediterrâneo
janeiro 23
Vem aí o Pacto Português para os Plásticos
janeiro 23
O ornitorrinco pode desaparecer devido à ocupação humana
janeiro 24
Austrália enfrenta praga de aranhas mortíferas