Homepage

  • WSL intervém após promotor não pagar os premios do QS de Saquarema
    19 maio 2016
    arrow
    arrow
  • A WSL está a trabalhar juntamente com os seus Comissários para assegurar o pagamento aos atletas.
  • A Liga Mundial de Surf anunciou que está a dar um passo sem precedentes para adiantar o prémio de USD 250.000,00 (duzentos e cinquenta mil dólares) em dinheiro aos surfistas que participaram da competição QS 10000 Saquarema Pro, realizada no início deste ano.

    Até a presente data, a empresa brasileira promotora do evento – Adding Sports & Entertainment – não pagou a premiação devida aos surfistas. Apesar de ser da sua responsabilidade, a empresa está a ser financiada através do Governo do Estado do Rio de Janeiro para pagar a premiação. No entanto, o Governo ainda não efetuou o pagamento e, depois de mais de 6 (seis) meses de esforços para fazer com que a promotora local cumpra suas obrigações, a WSL está a adotar referidas providências.

    “É extremamente decepcionante para nós que a promotora local não tenha cumprido suas obrigações com aqueles que competiram em Saquarema”, disse Graham Stapelberg, EVP de Eventos e Competições da WSL. “O evento ocorreu em maio e este atraso resultou em dificuldades para muitos surfistas. O flagrante desrespeito da promotora para com o bem-estar dos atletas não só prejudica a carreira de alguns surfistas, como também coloca em risco o futuro das competições do Qualifying Series (QS) no Brasil”.

    Ao contrário dos eventos que fazem parte do World Surf League Championship Tour (CT) – todos operados e administrados diretamente pela WSL – as competições do Qualifying Series (QS) são licenciadas para promotores locais, que assinam contratos de licenciamento que regem diversas obrigações, incluindo a garantia de que os atletas vencedores receberão os seus prémios em dinheiro.

    Ironicamente, o campeão do evento de Saquarema foi Alex Ribeiro, um brasileiro de São Paulo.

    “Para qualquer surfista que busca se classificar para o CT, eu sei que cada dólar ganho nas etapas do Qualifying Series (QS) é fundamental”, disse Alex.“Estou aliviado que a WSL esteja tomando providências para garantir que meus colegas surfistas e eu recebamos o nosso prêmio, já que eu não tenho certeza sobre quantos de nós seriam capazes de seguir competindo sem ele”.

    A WSL está a trabalhar juntamente com os seus Comissários para assegurar o pagamento aos atletas. Também está a rever os procedimentos e as políticas para evitar que esta situação se repita no futuro, e continuará a avaliar as questões legais relacionadas ao caso.

    Fonte: WSL South America

Tags
  • Saquarema
  • Quiksilver Pro Saquarema
  • Brasil
  • WSL
  • promotor
  • World Surf League
similar News
similar
agosto 10
Buondi anuncia os vencedores das 7 cadeiras anfíbias Turtle
agosto 10
Dois animais marinhos devolvidos ao habitat natural ao largo de Aveiro
agosto 10
Água da Praia de Vila Praia de Âncora está imprópria para banhos
agosto 11
Estão proibidos os banhos na Praia da Batata em Lagos
agosto 11
Inscrições abertas para as últimas turmas do ano do curso de Treinadores de Surfing Grau I da ASI Portugal
julho 27
Inscrições abertas para a 1ª etapa do Circuito Regional de Bodyboard Open da Madeira 2022
agosto 11
Bom Petisco Girls Score distingue as melhores performances das tops nacionais na Liga MEO Surf