Homepage

  • Suspeitos do costume avançam em Sintra
    13 setembro 2017
    arrow
    arrow
  • Campeão mundial e campeão do Sintra Portugal Pro em 2012 e 2015, Pierre Louis Costes esteve em destaque!
  • Os melhores bodyboarders do Mundo puderam, finalmente, no segundo dia do período de espera do Sintra Portugal Pro, vestir as lycras e realizar quase duas rondas da competição masculina (o nevoeiro obrigou à interrupção da segunda ronda com dois heats para a sua conclusão) e uma ronda de Dropknee. Foi o tiro de partida possível para um festival de bodyboard que termina no domingo e que ainda congrega provas dos campeonatos feminino e projunior (sub 21) do APB World Tour.

    Entre as surpresas do dia, destaque para a exibição dos havaianos Miles Kauhaahaa e Sammy Morrentino, no Dropknee, e do sul-africano Tristan Roberts, que somou o score total mais alto do dia (16,00 em 20 possíveis).

    Pela negativa, o afastamento precoce de Daniel Fonseca, que se sagrou há alguns dias campeão nacional de bodyboard 2017.

    O campeão mundial em título, o francês Pierre Louis Costes, seguiu em frente e mostrou-se empenhado em conseguir um bom resultado num ano tornado “atípico” do ponto de vista desportivo pelo nascimento do seu filho, agora com 3 meses.

    “Este não está a ser um ano normal para mim porque fui pai e a prioridade nunca foi revalidar o título mundial. É certo que ganhei no Chile, numa das provas mais importantes e conceituadas do circuito, mas agora, para pensar em ser campeão, não poderia falhar mais nenhuma prova e, como tal, não posso vacilar em Sintra”, assume Pierre, que está casado com uma portuguesa e reside no nosso país há já 6 anos.

    Campeão mundial e campeão do Sintra Portugal Pro em 2012 e 2015, Pierre sublinha a importância acrescida da etapa sintrense, que, dizem as estatísticas, lhe costuma correr muito bem:

    “Tenho a vantagem de morar em Portugal e poder treinar aqui com alguma regularidade, mas Sintra é uma lotaria onde nunca sabemos o que vai acontecer.”

    Um dos homens que tentará evitar que Pierre Louis Costes volte a ter sucesso nas ondas da Praia Grande será o sul-africano Ian Campbell, actual líder do “ranking” APB, que não esconde o enorme desejo de ser o campeão mundial de 2017:

    “Sim, a pressão está definitivamente aí, mas vou tentar afastar isso da minha cabeça e fazer um heat de cada vez”, confessa Campbell, finalista derrotado do Sintra Portugal Pro do ano passado, acrescentando:

    “Seria um sonho poder, pelo menos, repetir a final do ano passado. As condições este ano estão muito complicadas, os fundos estão muito rasos e até já tivemos até algumas lesões aqui hoje. São tudo factores que dificultam a minha vida aqui, mas vou concentrar-me em fazer um heat de cada vez.”

    Recordamos que o Sintra Portugal Pro é a primeira de quatro etapas do APB World Tour. Sintra inicia esta perna portuguesa, seguindo-se a Bodyboard Girls Experience, na Madeira (23 e 24 de Setembro), o Viana Pro (26 de Setembro a 1 de Outubro) e o Nazaré Pro (3 a 12 de outubro).

    Vê aqui toda a ação de hoje:

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • bodyboard
  • sintra
  • Sintra portugal pro 2017
  • praia grande
  • Pierre Louis Costes
  • Daniel Fonseca
  • Dino Carmo
  • Nicolas Rosner
pub
similar News
similar
setembro 22
Beachcam XL Spot Report* 23 a 25 Setembro
setembro 22
Outono arranca com sabor a verão
setembro 22
Queremos mais medidas em defesa do mar!
setembro 21
Joana Schenker lidera ranking mundial de Bodyboard
setembro 21
Quando o Erasmus se cruza com o Surf
setembro 21
Surfrider Foundation Porto pede proteção
setembro 21
Surf é tema de debate nas autarquicas em Peniche