Homepage

  • Produto português como alternativa ao wax
    22 setembro 2016
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    Van der Waal
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Martim Dornellas e Afonso Silva foram os grandes mentores desta ideia e foi no terraço de um deles que começaram a lançar mãos à obra para este projeto empreendedor “made in” Portugal.
  • Chama-se Van der Waal, foi criado por dois portugueses e apresenta-se como uma das maiores novidades do mercado do surf. Este é um produto que vem oferecer uma solução mais prática e ecológica em relação ao habitual wax que colocamos na prancha.

    Martim Dornellas e Afonso Silva foram os grandes mentores desta ideia e foi no terraço de um deles que começaram a lançar mãos à obra para este projeto empreendedor “made in” Portugal. De fácil aplicação na prancha e com inúmeras vantagens para o dia-a-dia do surfista, este produto foi lançado há apenas dois meses mas já dá bastante que falar.

    O Van der Waal acabou por nascer de uma simples necessidade de Martim. “Ele tinha comprado uma prancha nova e falou-me desta ideia antiga de arranjar uma qualquer coisa que não sujasse a prancha toda com o wax”, revela o parceiro, Afonso. A partir daí foi dado o primeiro passo para a ideia se começar a desenvolver.

    “Comecei a investigar materiais e soluções e depois de muitos testes chegámos a uma primeira versão [a Classic Series], que, apesar de funcionar, precisava de um bocadinho de wax. Mais testes e mais noitadas e conseguimos chegar à versão final que agora temos à venda, que não precisa de wax nenhum”, descreve Afonso Silva.

    A necessidade partiu depois de Martim ter comprado uma retro fish nova, mas, a partir de um certo momento, ambos se aperceberam dos benefícios ambientais que este produto também apresenta. “Assim que começamos a estudar melhor o wax e as alternativas que havia, percebemos que esta solução, quando aplicada a médio prazo numa prancha - digamos 6 meses… - acaba por ser mais ambiental que o wax”, aponta Afonso.

    Para Martim Dornellas é fácil enumerar as vantagens que o Van der Waal pode trazer ao surfista comum: “Não suja a prancha com areia, pelos e outras coisas e não suja o carro ou roupas”, isto para além das vantagens ambientais já descritas.

    “Hoje em dia não me preocupo muito se a prancha vai no carro fora do saco, porque sei que não vai derreter nada para cima dos bancos. Como não me preocupo em pousar a prancha na areia porque sei que não vai ficar com areia agarrada. Mas cada mês que passa, quer com a nossa experiência quer com o feedback que temos, vamos percebendo outras vantagens, como não estragar o desenho da prancha”, refere Martim.

    Production Film from Van der Waal on Vimeo.

    Mas será que em termos de desempenho as pranchas se comportam da mesma forma? Para os dois amigos não há dúvidas que se trata apenas de uma questão de adaptação, salientando que esse processo é rápido.

    “Houve quem se adaptasse à primeira ao Van der Waal, mas também houve quem estranhasse o primeiro contacto dos pés com o produto, porque é uma sensação diferente do wax. Nada que ao final de umas duas ou três ondas não se tivessem habituado. Não lhes chamaria contrapartidas, é mais um processo (rápido) de habituação”, asseguram.

    O feedback recebido por parte de quem já utilizou o Van der Waal tem sido muito positivo – nós por aqui andámos a testá-lo durante os últimos dois meses e ficámos fãs -, deu para perceber que “o produto funciona em vários tipos e níveis de surf” e que “existe mercado” para ele, sobretudo porque há muitas mais pessoas que preferem não colocar wax na prancha.

    As vendas do Van der Waal são feitas exclusivamente online e, apesar de ser um produto ainda recente, os dois amigos já receberam encomendas vindas do estrangeiro - Espanha, Austrália e Reino Unido, por exemplo. A capacidade de investimento e de produção de stock ainda é reduzida, mas revelam que já receberam contactos de lojas com interesse no produto.

    Quem quiser contactar mais de perto com este inovador produto poderá fazê-lo durante a próxima semana no Billabong Pro Cascais e Cascais Women’s Pro, uma vez que Martim Dornelas e Afonso Silva irão estar em Carcavelos, inseridos nos eventos, a comunicar o Van der Waal.

    “A presença num evento como o QS de Cascais é um sonho para nós”, começar por dizer Martim. “É uma excelente oportunidade para quem tem tão pouco tempo de existência e não temos palavras para agradecer à organização este convite. Sinceramente, nada disto foi muito pensado e está tudo a acontecer demasiado depressa para lhe chamarmos 'estratégia'”, confessa.

    Se estás curioso para perceber como o Van der Waal funciona na tua prancha, esta é uma oportunidade única para o testares. Caso vás até Carcavelos durante estas etapas da WSL, tens apenas de te dirigir ao espaço onde Martim e Afonso estarão a divulgar o produto e mostrares que tens a aplicação do Beachcam instalada no teu telemóvel, o que te irá garantir um desconto de 15% na aquisição do produto.

    Afonso mostra ainda abertura caso algum surfista profissional queira experimentar o Van der Waal, até pelo facto de ser importante “receber o feedback de alguém que faz do surf vida”. Contudo, este é um produto mais vocacionado para o surfista comum que, segundo explica Martim, “não troca tanto de prancha como um profissional e que só quer agarrar na prancha atirar-se à água e divertir-se numa boa sessão de ondas”.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Van der Waal
  • Fotografia
    Van der Waal
  • Fonte
    Redação
pub
similar News
similar
agosto 16
Mais de 60 mil pessoas celebraram o Sol da Caparica
agosto 16
João Dantas com resultado brilhante em Newquay
agosto 16
Qualidade das praias em Portugal está pior
agosto 16
Cinco distritos do continente e Madeira sob aviso amarelo
agosto 15
Guerra Espanhola contra Turismo aquece nas Praias
agosto 14
Beachcam spot report* 14 a 18 Agosto
agosto 14
WakeSurfer salva 30 pessoas de cenário Dantesco